5 dicas para administrar melhor o estresse

Reprodução/ iStock
Reações como aceleração do coração, mãos frias, boca seca, ansiedade, necessidade de movimento, perda de foco, vontade de “sair correndo” e dificuldade em articular frames são exemplos claros de estresse

O estresse é considerado por muitos médicos como um dos problemas de saúde mais sérios da atualizade, ainda mais no século XXl, onde o mundo está cada vez mais conturbado. Esse pequeno malfeitor é uma reação biológica a um estímulo de ameaça, onde o sistema nervoso autônomo assume o comando do corpo liberando adrenalina que, por sua vez, estimula as reações de luta ou de fuga, por exemplo. É bom deixar claro que essa é uma reação inconsciente, por isso, não se estressar é algo completamente difícil.

“A questão que devemos tratar não é a de combater o estresse, afinal evitá-lo é impossível. Trata-se de uma resposta natural aos desafios que se apresentam na vida. Aprendendo a administrar o estresse será possível ter uma rotina mais saudável e uma grande melhora na qualidade de vida”, afirma Roberta Ribeiro, médica fundadora da medicina integral no Brasil.

A especialista preparou 5 dicas para que você saiba como administrar melhor o “mal do século”. Confira:

1- Tenha consciência

O primeiro e fundamental passo para aprender a gerenciar o estresse é perceber que se está estressado. Para isso, você precisa praticar o exercício de reflexão e auto-observação. Reações como aceleração do coração, mãos frias, boca seca, ansiedade, necessidade de movimento, perda de foco, vontade de “sair correndo” e dificuldade em articular frames são exemplos claros de estresse.

2- Identifique o problema

Depois de ter consciência do problema, saiba qual é o principal fator que está contribuindo para tal. Qual a fantasia, qual o medo, qual a ameaça que o desperta? Uma das atividades indicadas é escrever uma espécie de “diário” onde se faz anotações de momentos difíceis e suas repostas. Em qual situação me encontro? Como me sinto? O que penso em relação a isso? Reflita e anote respostas desse tipo, pois elas ajudarão você a se conhecer melhor e investigar o estímulo, crenças e valores associados ao estresse.

3- Respire

A partir do que já foi dito nós já podemos desenvolver algumas ferramentas para lidar com os momentos de estresse. Uma delas é simples: respire profundamente!

Se possível, vá até um espaço aberto, onde possa respirar ar puro e se manter por alguns instantes em silêncio.

4- Meditar

Meditar no momento presente ajuda no “controle” das reações aos estímulos, já que estas minimizam os julgamentos e propiciam o conhecimento de si próprio. Dica: Faça pausas e períodos de silêncio durante o trabalho.

5- Conhecendo os limites

Conheça os seus próprios limites. Isso vai ajudar muito no gerenciamento do estresse, pois evita a transposição desses limites. Assim você não se sobrecarrega o sistema físico, emocional e mental.

Anúncios