Por que o Brasil precisa de uma mudança cultural

Fala-se muito, com justificadas razões, nas chamadas reformas estruturais, principalmente a política, a previdenciária, a tributária e a trabalhista. Sem dúvida, elas são mesmo necessárias para adequar o arcabouço legal brasileiro às realidades mais contemporâneas dos cenários mundiais. No entanto, teriam efeito limitado como fator de estímulo e crescimento econômico se o País não empreender uma ampla transformação cultural, focada no desenvolvimento.

Esse processo, no qual já estamos atrasados a esta altura da segunda década do Século XXI, assenta-se sobre três vertentes essenciais: a postura da classe política; a atitude dos empresários; e, atrelado a ambas, um consistente choque de produtividade.

No primeiro caso, é preciso que os ocupantes de cargos eletivos no Poder Executivo e no Legislativo coloquem cada vez mais os interesses do Brasil acima das questões partidárias. O debate nos anos eleitorais, como este 2014, os embates programáticos e filosóficos, a permanente vigilância das oposições e a retórica são enriquecedores para a democracia.

No entanto, governantes e parlamentares não podem nortear sua gestão e seu trabalho tendo como parâmetro a próxima eleição, como se o cotidiano nacional fosse uma novela voltada a conquistar pontos de audiência. A prioridade é a solução dos problemas, a expansão do PIB, a qualidade do ensino e da saúde, os investimentos públicos e a gestão eficaz. Quanto à oposição, não deve ficar torcendo pelo caos para ter mais argumentos de crítica contra a situação e tentar vencê-la nas urnas. Encerrada cada eleição, a classe política deve trabalhar em favor e não contra o País.

Quanto aos empresários, a mudança cultural que deles se espera transcende à sua já decisiva e importante missão de empreender, investir, criar empregos, gerar riquezas e pagar impostos. É necessário que se engajem de modo mais efetivo na política, na mobilização cidadã da sociedade, no debate dos grandes temas e na proposição de mudanças positivas. Sua experiência, capacidade de gestão e olhar pragmático do mundo são elementos essenciais para o aperfeiçoamento do setor público e o avanço do Brasil.

A terceira grande mudança cultural diz respeito ao choque de produtividade, de modo a se atender às exigências e expectativas dos grandes investidores: recursos humanos qualificados e eficientes; logística eficaz; e inovação. O nosso fantástico mercado de 200 milhões de habitantes não é mais suficiente para atrair investimentos produtivos, que miram nossos consumidores, mas podem conquistá-los, neste mundo globalizado, com produtos fabricados em qualquer lugar do Planeta. O capital para ampliar e erguer novas fábricas e empresas da área de serviços somente ficará e virá para o Brasil se tivermos alta produtividade em todo o sistema econômico.

Sem essas três mudanças culturais, continuaremos por muito tempo a ser uma economia de renda média e dificilmente alcançaremos os padrões das nações desenvolvidas. Seguiremos com baixo crescimento do PIB, discutindo medidas pontuais para a correção de rumos e priorizando as urgências, em detrimento das estratégias. Enquanto isso, assistimos a numerosas outras nações, com potencial muito menor do que o nosso, decolarem para um futuro de prosperidade!

 

Post publicado no Portal Administradores pelo Juan Quirós.

Deixe o seu comentário aqui embaixo!

Dicas valiosas para concluir suas metas

Planejar e deixar bem definidas as suas metas são atitudes essenciais para alcançar com êxito os seus objetivos. Por exemplo, quando você deseja construir uma casa nova, não chama apenas um mestre de obra e se dá por satisfeito. Não é assim que funciona. Para que o resultado do seu objetivo seja o melhor possível, você planeja uma planta, define o melhor para viver na casa e entrega o planejamento. Tudo de acordo com os seus desejos e vontades.

E é assim que devemos fazer com todos os nossos objetivos. Planejar, definir e conquistar. De forma clara e objetiva. Para fazer isso da melhor forma possível, existem algumas dicas que podem ajudar nessa conclusão de metas de forma mais eficaz. Confira.

Minha primeira dica é colocar lembretes sobre o que deve ser feito no dia, em lugares visíveis. Pode ser no seu quadro de anotações, em sua mesa de trabalho e/ou em seu desktop. Quanto mais visíveis as suas tarefas, maior a chance de realizar tudo o que precisa. Definir uma meta é se responsabilizar que terá os resultados desejados.

Lembrar os funcionários sobre as metas e apresentá-las de formas claras e detalhadas são outras valiosas dicas. Toda a empresa deve estar unida em concluir as metas. Bonifique aquele que tiver melhor resultado, mostre que o importante não é ter argumentos sobre o produto, conhecer o serviço ou ser expert em técnicas de vendas, o importante é ter a atitude de colocar tudo em prática.

Outra ideia é definir uma meta junto à equipe. Isso faz com que aumente o comprometimento de todos presentes e evita a divergência de objetivos.

É importante também que quando você for planejar a meta, tenha bem definido os períodos de reavaliação. Colete os dados de como a meta está prosseguindo a cada semana, por exemplo, ou a cada mês. Assim você terá um controle maior. Se estiver prosseguindo como deveria, ótimo, continue assim. Se estiver parado ou regredindo, você pode reavaliar os passos e adaptá-los para melhores resultados.

Lembre-se de nunca deixar nada para depois. Se definir uma meta ou uma “sub-meta” para o dia 05, faça nesse dia. Se deixar para “amanhã”, acumulará mais tarefas e a chance será maior de não conseguir fazer tudo a tempo, podendo provocar irritação. E isso é muito importante: nunca deixar a meta provocar irritação. Caso aconteça ou comece a se repetir, o seu cérebro entenderá que definir uma meta sempre terminará em problemas, e você começará a se auto-sabotar.

Para começar, planeje e defina uma meta pequena, mais fácil de realizar. Conforme for concluindo suas pequenas metas, agrupará maior confiança para definir, planejar e concluir uma meta maior e mais trabalhosa. Acredito que essas são dicas importantes para você concluir uma meta da forma mais eficaz. Conforme for realizando e incorporando as dicas ao seu dia a dia, quando você perceber, terá se tornado um hábito. E suas metas serão sempre concluídas com sucesso.

 

Post publicado no Portal Administradores pela Redação.

Deixe o seu comentário aqui embaixo!