Os 5 Ps do Empreendedorismo

A pesquisa mais recente realizada pela Endeavor revela que 3 entre cada 4 profissionais prefeririam ter um negócio próprio a ser funcionário de uma empresa. Wow, que dado fantástico!

A mesma Pesquisa revela que o desejo latente de empreender bate de frente com a falta de ação que é justificada pela falta de recursos financeiros dentre outros importantes fatores que fazem com que apenas 4% dos brasileiros sejam empreendedores. Resumindo: todos tem muita vontade, mas são poucos os que querem agir e fazer acontecer! Wow, que dado assustador!

Sim, dados positivos e outros nem tanto refletem de forma bastante clara o cenário de enormes oportunidades e desafios àqueles que desejam empreender (seja na abertura de um negócio próprio ou aqueles que querem desenvolver nas empresas em que trabalham um produto ou serviço inovador, uma nova metodologia de trabalho ou um novo processo que incremente a produtividade e a lucratividade da empresa – aqui, se falta em intraempreendedorismo).

Em ambas situações penso que 5 Ps são absolutamente essenciais:

  • Paixão: se não for apaixonado pelo que faz, caia fora! A proposta parece um tanto quanto extrema, mas é absolutamente verdadeira especialmente quando se quer criar algo novo e inovador. Busque algo que seja verdadeiramente apaixonado(a) e verá que o trabalho por mais desafiador que seja (e o será!) será feito com muito mais prazer e satisfação.
  • Propósito: é necessário enxergar e viver de forma plena a nobreza da missão que a sua empresa ou atividade intraempreendedora traz em seu DNA de existência. Estudos comprovam que empresas que conseguem demonstrar de forma genuína ao mercado e aos seus clientes a razão da sua existência e o propósito nobre ao qual se dedicam não apenas vendem mais, mas tem um poder de atração, retenção e motivação de seus talentos muito maior do que aquelas empresas que existem única e exclusivamente focadas na obtenção do maior lucro possível. Tenha um propósito de existência claramente definido!
  • Perseverança: todo e qualquer novo empreendimento carece de muito trabalho, muita dedicação e uma capacidade de resiliência (que é um conceito oriundo da física e que se traduz na capacidade de se enfrentar grandes problemas e desafios e sempre retornar à sua forma ou estado original sem grandes deformações – o que é absolutamente preciso para quem empreende e que portanto vive sujeito a pressões extremas). Ou seja, para empreender é preciso perseverar! É preciso manter-se firme com sua paixão, com o seu propósito e com o seu grande sonho de mudar positivamente o mundo;
  • Pessoas: todo negócio carece de gente muito qualificada e motivada. Mesmo em negócios individuais, a capacitação constante e a motivação de se trabalhar com algo que tenha um propósito definido e alto impacto no mundo são elementos absolutamente essenciais. Para isso, pessoas bem qualificadas e motivadas a fazer parte de um negócio real e que agrega valor real ao mundo são absolutamente essenciais. Invista em pessoas, treinando-as incansavelmente, motivando-as sempre e dando a elas o senso de pertencer a algo maior, algo que transcende a pura e tão fundamental busca do lucro e do sucesso (“sense of belonging”).
  • E o 5o P, vocês já deve estar curioso(a) … Bem o 5o P talvez seja o mais importante de todos eles, mas que sem os outros 4 fica bastante frágil: Pés no chão e mãos na massa!

E por falar em “pés no chão e mãos na massa”, é importante lembrar que sem planejamento não existe uma boa execução e que uma boa execução fica muito prejudicada sem um ótimo planejamento. Aliás, uma frase célebre de Benjamin Franklin é perfeitamente aplicável aqui: “A falha na preparação é a preparação para a falha”.

Portanto, procure trabalhar em algo que verdadeiramente é apaixonado(a), estude profundamente o seu mercado, invista agressivamente em educação e capacitação profissional, tenha um plano de negócios bem desenhado, realista e coerente com o propósito de existência da sua empresa ou ideia, faça as correções de rota de forma ágil, estabeleça metas realistas, monitore-as incansavelmente, dê valor às pessoas que fazem parte da sua Equipe e acima de tudo “seja feliz” o que deve ser ao final do dia o objetivo máximo a ser perseguido por todos nós o tempo todo!

Faça acontecer! Faça diferente! E faça e seja a diferença positiva no mundo!

Boa sorte a todos!

Um grande abraço,

José Ricardo Noronha

 

Post publicado no Portal Administradores pelo José Ricardo.

Deixe o seu comentário aqui embaixo!

Na contramão

Estude muito, mas não necessariamente pelas vias convencionais.

Trabalhe muito, mas não necessariamente em um emprego considerado padrão.

Sonhe muito, mas de preferência acordado.

Ame muito, mas de preferência leal a uma única pessoa.

Viaje muito, mas não necessariamente usando drogas ou bêbado.

Divirta-se muito, mas de preferência em seu projeto.

Se encontrou a pessoa certa bem cedo, por que ter medo? Case!

Se precisar virar a noite trabalhando, produza na madrugada!

Deu errado? Vá de novo.

Deu certo? Vá de novo.

Se a moda é o egoísmo, então divida, compartilhe e ajude.

Se ser esperto e descolado é levar a vida de balada em balada sem construir nada, seja otário!

Se está todo mundo indo numa direção, então é justamente para lá que você jamais deve ir.

Agora, caso você deseje ter na vida os mesmos resultados que a maioria das pessoas tem, basta fazer do jeito que todo mundo faz e, por favor, ignore tudo que eu escrevi acima.

Post publicado no blog Geração de Valor pelo Flávio Augusto.

Deixe o seu comentário aqui embaixo!