Comunicação empresarial: mais que informação, ferramenta de poder

Comunicação empresarial: mais que informação, ferramenta de poder

As organizações, independente da área de atuação, estão condicionadas à sobrevivência em um ambiente de ampla competitividade. Esse clima concorrencial que ocorre junto a um processo de renovação, já não é um dos únicos motivos de preocupação, mas também, a exigência cada vez mais intensa por parte dos clientes internos e externos pertencentes a uma sociedade multifacetada, consciente de seus direitos legais, sindicalizada, com voz ativa através das redes sociais, pluralizada, capaz de formar e disseminar com agilidade conceitos e pré-conceitos que podem refletir no sucesso ou insucesso institucional.

Saliento que, nesse cenário, as empresas possuem a tarefa de prover uma marca confiável, através da construção de uma imagem institucional atraente, conquistadora com objetivo de cativar o cliente de modo a levá-lo a compra de seus produtos. Para tanto, ela precisa apresentar-se como diferencial, ressaltando suas ações em favor da ecologia, em favor de seus funcionários (desde os cargos de direção, até os de produção), sua propaganda, promoções e sua relação com a esfera governamental e política.

Não basta agir, faz-se necessário comunicar de forma adequada o que é realizado, e a comunicação preenche essa necessidade, constituindo-se não apenas como ferramenta de informação, mas também, como ferramenta de poder para formar conceitos de maneira sólida e mais efetiva que a propaganda isoladamente.

A comunicação trás o benefício da empresa ser entendida de modo claro, correto, coerente e provê um canal comunicacional bilateral efetivo com seus clientes, seja por meio da internet, cartas, memorandos ou murais. A internet se faz, atualmente, como o meio comunicacional mais relevante, em função da crescente virtualização organizacional e a concentração de informações e recursos de interatividade que ela abriga. A empresa que não está na internet e não provê recursos de comunicação através dela, corre o risco de ser interpretada como uma empresa “inexistente” quando um possível cliente busca na rede mundial, um produto ou serviço por ela oferecido e não a encontra, desconhecendo assim sua existência.

Sabendo-se desses fatores e tendo em vista que uma organização se faz de pessoas, entende-se que não é apenas o produto ou serviço oferecido que depõe a favor ou contra a marca, nem tão pouco, pessoas de talento, treinadas e motivadas, mas sim, a integração dos colaboradores bem informados é de vital importância para que a imagem refletida no ambiente externo seja favorável e colabore para a sobrevivência da empresa.

É dito e repetido popularmente a frase “a propaganda é a alma do negócio”, assim, alguns empresários compreendem que ao investir em propaganda a imagem institucional será garantidamente positiva, entretanto, a propaganda é apenas parte de um “todo comunicacional”, que alia marketing, publicidade, relações públicas e jornalismo.

É importante considerar que o discurso da propaganda sempre falará bem dos produtos ou serviços em meio a muita “felicidade, satisfação e realização”, todavia, se um cliente passa por uma experiência pessoal ruim, no uso do que lhe fora vendido, sua insatisfação o levará a fazer o marketing negativo para outras pessoas e isso a propaganda por si só, não poderá reverter com seus textos, sons e imagens de eventos felizes.

Nesse contexto, a comunicação não pode ser entendida como uma despesa, mas sim um investimento. Quando bem desenvolvida e aplicada adequadamente, se mostra como uma eficiente ferramenta de poder, por que exerce grande capacidade de interferir favoravelmente na formação de opinião, propicia equilíbrio e colabora para o desenvolvimento institucional.

A comunicação tem o expressivo poder de legitimar e influenciar, e deve ser realizada de maneira específica, tanto no canal comunicacional quanto no formato da linguagem, especialmente, para cada público identificado. Esse “poder” é efetivo quando a comunicação é desenvolvida como atividade estratégica, envolvendo todos os departamentos, e abrange coleta de informações externas, em um processo contínuo, que se retroalimenta com implementação de correções. Através dela pode inclusive, ocorrer a transferência de idéias e ideais que a empresa quer que todos tenham dela, interna e externamente, com foco direcionado, também, à sociedade e pessoas com capacidade de influencia na formação de opinião.

O uso dessa ferramenta deve se iniciar com o público interno, que, aliando-se treinamento e talento, quando bem comunicados, passam a compreender o valor de suas funções para a concretização do objetivo geral da empresa, e esse fator gera a sinergia que garante o poder de fidelizar os funcionários. Os empregados deixam de ser meros funcionários e tornam-se parceiros comprometidos com o negócio. No ambiente externo, reflete na atração e envolvimento de clientes.

A comunicação é, portanto, uma potente ferramenta de poder que exige ciência, técnica, continuidade, disciplina, velocidade, ética, trabalho em equipe, para envolver sincronicamente suas bases formal, composta por mensagens oficiais e informal, conhecida como rádio peão.

Quando esse sincronismo é atingido, há também a sincronia entre o que é dito e o que é entendido. Nesse patamar, a imagem institucional é consolidada positivamente, inspira  confiança. Uma empresa de se faz entender hoje e tem o poder de ser interpretada exatamente da maneira como deseja, tem a admiração de seus públicos, permanência garantida no mercado em posição de destaque e consequentemente, sucesso frente os concorrentes.

 

Post publicado no Portal Administradores pela Sara Cristina.

Se você gostou, deixe o seu comentário aqui embaixo!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s