Como procurar um ponto de venda?

Como procurar um ponto de venda?

Quando vamos abrir uma loja o ponto de venda é sempre crucial, e muitas vezes acreditamos que o ideal é aquela avenida onde há grande fluxo de pessoas ou um Shopping Center. Mas será que este ponto é essencial?

Posso afirmar que não, apesar de o número de pessoas e a capacidade de compras serem importantes, a loja deve falar a linguagem daquele local e se identificar com seus clientes, por isto hoje vemos um crescente número de lojas dentro dos bairros, que dão um atendimento mais particular. Pensando nisto hoje vou falar os grandes mitos sobre Ponto de Venda e te ajudar a procurar o ponto ideal:

1.  Movimento x correria

Muitas pessoas dizem que o melhor local para abrir um comércio é onde passa o maior número de pessoas, e acabam não percebendo que em determinados lugares as pessoas estão ali apenas de passagem, ou pela dificuldade de estacionar não param na sua loja.

Observe sempre se o movimento daquele local é de pessoas que entram nas lojas, visitam mais de um comércio e ainda qual é o tempo que costumam ficar em cada lugar. Isto te dará uma diretriz de como deve ser o atendimento e disposição da sua loja, dizendo se são pessoas com pressa, de passagem ou alguém que procura um atendimento mais acolhedor.

2.  Bairros badalados

Outro engano comum é que para uma loja fazer sucesso precisa estar em um lugar badalado, e isto é muito perigoso, pois, os valores de alugueis são mais caros e nem sempre o retorno esperado vem. Antes de escolher o ponto de venda é sempre bom pesquisar com os lojistas (mesmo que não sejam seus concorrentes), como estão as vendas, como é o público e quanto tempo eles demoraram a obter algum tipo de retorno.

3.  Pesquisa geográfica

Oferecido por muitas empresas, o pacote de pesquisa geográfica é muito utilizado para saber qual é o fluxo da região, e o poder de compras, mas o que estas pesquisas não preveem é o que as pessoas que consomem em determinados locais procuram e o quanto elas se locomovem para isto.

O correto a ser feito é além de ter estes dados, antes de escolher seu ponto de venda passar alguns dias apenas observando os arredores. Vá até as padarias, restaurantes, bares, entre nas lojas, converse com os consumidores e com os lojistas, observe o tipo de arquitetura e visual merchandising usado na maior parte das lojas, veja as pessoas que andam na rua se vêm de carro, a pé, ou de bicicleta, a idade delas, o jeito de se vestir e o comportamento. E se você não tiver tempo ou disposição, contrate um Cool Hunter (Caçador de Tendência), que consegue fazer este tipo de mapeamento e às vezes já possui até algum trabalho pronto de determinadas regiões.

Este sim é o principal ponto, entender o que os clientes daquela região procuram e saber falar a mesma linguagem que ele. De nada adianta uma loja bonita, num local privilegiado, e um produto legal, se não falar a linguagem de quem está ali.

Aproveitem as dicas, e boas vendas! 

Post publicado no Portal Administrativo pela Renata G.

Se você gostou, deixe o seu comentário aqui em baixo!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s