Tecnologia: educação e transformação

Tecnologia: educação e transformação

A informática aplicada à educação tem dimensões mais profundas que não aparecem à primeira vista. Não se trata só de informatizar a parte administrativa da escola, ou de ensinar informática para os jovens, pois boa parte aprende em cursos, em casa ou sozinhos, testando sua curiosidade. O problema está em como articular os jovens a buscar novas formas de pensar, de procurar e selecionar informações, de construir e de reconstruí-lo continuamente seu conhecimento, atribuindo novos significados, ditados por seus interesses e necessidades.

Enfrentar essa nova realidade significa ter como perspectiva cidadãos abertos e conscientes com as milhares de informações que diariamente são passadas, essas que nem sempre são de boas índoles. É necessário ter cidadãos que tenham capacidade de aprender e de utilizar a tecnologia para a busca, a seleção, a análise e a articulação entre informação e, dessa forma, construir e reconstruir continuamente os conhecimentos, sendo critico ao selecionar o que lhe interessa, utilizando-se de todos os meios disponíveis, em especial, os recursos que o computador e a internet oferecem.

De acordo com Levy (1994), “novas maneiras de pensar e de conviver estão sendo elaboradas no mundo das comunicações e da informática. As relações entre os homens, o trabalho, a própria inteligência dependem, na verdade, da metamorfose incessante de dispositivos informacionais de todos os tipos. Escrita, leitura, visão, audição e aprendizagem são capturadas por uma informática cada vez mais avançada.”

Além de outras tecnologias, que também atingiram de forma abrangente e transformadora o nosso cotidiano, a informática, a internet, cada vez  mais interligada com os meios de comunicação, invade o ambiente doméstico, o ambiente profissional, o ambiente acadêmico, as escolas, transformando-se em uma poderosa ferramenta de comunicação, criação e inovação.

É importante que a educação e a tecnologia trabalhem juntas, ajudando uma a outra, tornando-se parceiras no processo de ensino-aprendizagem já que é algo inevitável na vida das pessoas e em uma hora ou outra ela irá ter que conviver com essas tecnologias e meios de comunicações. Quanto mais rápido as escolas, o meio acadêmico se familiarizar e conseguir usar esses meios de maneira adequada, mais consciência se terá ao utilizar.

Post publicado no Portal Administradores pela Alynne Cristyna.

Se gostou, deixe o seu comentário!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s