Como uma pequena empresa pode se tornar grande

Como uma pequena empresa pode se tornar grande

Várias instituições e a maioria dos interessados no assunto sabem que o Brasil é um dos países que mais crescem em número de empreendedores, entre eles, muitas mulheres, e com isso a quantidade de empreendimentos que falecem nos primeiros anos de existência também aumenta. A média é de no máximo cinco anos de sobrevivência, não por causa das mulheres, é claro, mas devido à má gestão e a não observância do princípio da entidade.

Os que atravessam esse período de maturidade passam a ter maiores chances de longevidade. A questão é que os vícios adquiridos no início do negócio acompanham o modelo de gestão até que algo dramático ou drástico acontece. A partir de então começam as tentativas desesperadoras para salvar a empresa. Bem, como dito, o problema está na má gestão, e o correto é começar bem, da maneira certa. Mas como fazer isso e o que deve ser feito para os empresários que já estão nessa situação?

Cada um desses processos decisórios será abordado mais adiante. Primeiro será analisado o cenário com a perspectiva da oportunidade, depois, o que pode ser aplicado para explorá-la. As sugestões aqui apresentadas não são mágicas e nem tem a pretensão de ser o único meio de análise para tomada de decisão, mas com certeza ajudarão muito os que buscam soluções práticas, usuais e bem elaboradas por vários especialistas e estudiosos. Serão apresentados técnicas e procedimentos mais adequados para aproveitar as boas oportunidades e evitar o fracasso causado por decisões erradas.

Este ano é o da véspera da Copa do Mundo de futebol, para muitos será um ano de torcer pelo seu país, mas para os empreendedores será um ano de oportunidades de negócios, basta fazer algumas pesquisas e logo aparecerão as áreas mais promissoras e que darão melhores resultados nos retornos dos investimentos. As empresas de artigos para festas se darão muito bem, principalmente se souberam comprar bem os produtos mais consumidos para esse tipo de evento.

Empresas e profissionais de turismo serão os que mais obterão receitas elevadas comparadas ao investimento e tipo de negócio, pois estarão diretamente ligados à prestação de serviços esperados pelos turistas. Escolas e profissionais dedicados ao ensino de idiomas já devem estar desfrutando dos resultados da Copa, pois uma língua estrangeira não é aprendida da noite para o dia. São muitas as opções para serem aproveitadas diante dessa ocasião nacional.

Com um cenário como esse, o que um empreendedor deve fazer? São muitas as respostas, mas para não deixar de dar ao menos uma, a sugestão é começar agora. Se ainda não deu início ao seu empreendimento, comece a fazer um planejamento estratégico, depois um plano de ação e, é claro, uma análise SWOT bem feita, sei que existem outras ferramentas que podem ajudar na elaboração de um plano de negócio, mas esta citada é bem simples, completa e dá uma visão panorâmica da situação interna e externa do cenário estudado.

Sugestões para quem está começando

  1. Tenha certeza que o negócio escolhido vale o investimento, tanto financeiro, como de tempo e habilidades necessários à empreitada. Para isso, faça pesquisa, estude bem sobre o que foi escolhido e passe para o passo seguinte;
  2. Faça um plano de negócio, estruture bem suas idéias e escreva dando o máximo de detalhe possível. Depois faça um resumo com os principais itens de relevância;
  3. Calcule quanto vai gastar, elabore um fluxo de caixa previsto e depois compare com o realizado quando estiver operando. Mas faça isso desde o começo e sempre;
  4. Analise se precisa de mão de obra qualificada e o quanto necessitará desse recurso;
  5. Local de estabelecimento e equipamento necessário;
  6. Procure um contador para abrir sua empresa e saiba quanto isso lhe custará;
  7. Se tiver dificuldade para seguir os passos acima, contrate um especialista;
  8. Lembre-se de que os itens do 4 ao 7 devem ser quantificados no item 3 e que o item 3 deve fazer parte do item 2.

Sugestões para quem está atuando

Para quem já possui o próprio negócio e sabe que ele é rentável e lucrativo, mas não tem como comprovar, deve seguir os passos 2, 3, 7 e 8. Para qualquer outra situação o passo 7 sempre é o mais indicado.

Conclusão

Com a análise SWOT é possível determinar se o cenário estudado apresenta mais vantagens ao comparar os ambientes interno e externo. Ao aplicar os passos indicados a probabilidade de retorno satisfatório é maior. Ao entrar na jornada do empreendedorismo saberá que o sucesso é a soma de um sonho, do planejamento e do trabalho duro. Portanto, o empreendedor deve ter como características predominantes criatividade, ação, persistência e discernimento para entender com precisão o resultado de seus esforços.

Post publicado no Portal Administradores pelo Cleudson Santana.

Se gostou, deixe o seu comentário!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s